25.5 C
Brasília
Home Brasília DF se destaca com menor taxa de letalidade policial do país

DF se destaca com menor taxa de letalidade policial do país

Resultado, dentre outras medidas, da maior integração entre as forças de segurança

O Distrito Federal apresentou a menor taxa de mortes cometidas por policiais no ano de 2019. O levantamento – que mostra a quantidade de mortes a cada 100 mil habitantes –  faz parte do Monitor da Violência, uma parceria do portal de notícias G1 com o Núcleo de Estudos da Violência da USP e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).

O índice do DF ficou em 0,3 mortes por 100 mil habitantes, o menor do país; sendo que a média nacional marcou 2,9 a cada 100 mil.

Esse baixo índice de letalidade veio acompanhado de outro dado ainda mais significativo no ano passado: o menor índice de homicídios dos últimos 35 anos. Essa combinação de resultados segue em linha com análise do FBSP, a qual afirma que é possível combater o crime e reduzir as mortes violentas com políticas baseadas em evidências e inteligência.

Para o secretário de Segurança Pública, delegado Anderson Torres, a maior integração entre as forças de segurança, com aumento de ações pontuais e operações, contribuiu para o resultado positivo. “Ações integradas, capacitação e uso da inteligência foram a nossa tônica em 2019.  Igualmente implementamos medidas estratégicas na SSP para conter a criminalidade, estipulando metas e monitorando resultados, com reavaliações periódicas e projeções até o ano de 2022. Para 2019, nosso objetivo era fechar o ano com uma taxa de 13,4 mortes para cada 100 mil habitantes, porém, a taxa foi ainda menor: 13/100 mil”.

Reforçando a operacionalidade do seu efetivo, somente em 2019, a SSP/DF capacitou 9.120 servidores da pasta e das forças de segurança. Foram instruções como introdução à atividade de inteligência policial, atendimento policial e à Lei Maria da penha e condutores de emergência.

Outras medidas importantes foram a reabertura de delegacias, aumento no quadro de policiais militares, civis e policiais penais; regulamentação do serviço voluntário das forças de segurança e aumento da frota de viaturas operacionais, entre outras ações.

“Todas as ações realizadas foram possíveis devido à autonomia que nos foi dada pelo governador Ibaneis Rocha. Agora, em 2020, seguimos nos empenhando para melhorar, ainda mais, as condições dos profissionais de segurança pública e, consequentemente, a segurança da população”, destacou o secretário.

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) também investiu na capacitação e aprimoramento técnico profissional de seu efetivo. Em 2019, mais de 4.000 policiais passaram por algum tipo de especialização. “Atuamos na padronização de procedimentos operacionais e na valorização dos profissionais, o que refletiu no aumento significativo da produtividade policial, na redução dos índices criminais e uma menor letalidade dos policiais em ação”, avaliou o comandante-feral da corporação, coronel Julian Pontes.

* Com informações da SSP

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Most Popular

Em Samambaia, SSP faz 3,7 mil atendimentos em uma semana

Lançado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-DF) em Samambaia, o projeto itinerante Cidade da Segurança Pública foi finalizado neste domingo (1º) com ações...

Adolescentes de 12 a 17 anos com comorbidades terão 5 mil vagas

A vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos com deficiência, contra covid-19, será ampliada e o número de vagas para agendamento passará...

Detran oferece curso para professores das escolas públicas

Até o dia 18 deste mês, professores e coordenadores das escolas públicas do Distrito Federal podem se inscrever para a capacitação em Mobilidade...