25.5 C
Brasília
Home Brasília GDF autoriza concurso para área da saúde

GDF autoriza concurso para área da saúde

As vagas serão para agente de vigilância ambiental e agente comunitário da saúde; salários varia entre 1,7 mil a 2 mil

Por Redação

A saúde pública no Distrito Federal receberá um reforço de efetivo a partir dos próximos meses. Hoje, 30, a Secretaria de Saúde do DF, ganhou a responsabilidade de gerir um concurso para a contratação, através de concurso, de 815 agentes de vigilância ambiental e de 100 agente comunitário da saúde.

O lançamento do concurso público foi feito pela Secretaria de Economia através de duas portarias – nº 242 e nº 243 – publicadas nesta terça-feira no Diário Oficial do DF (DODF). “A Portaria nº 242 – autoriza o concurso e a previsão de cadastro reserva igual a 50% da quantidade de vagas – diz que a ocupação dos cargos dependerá das disponibilidades orçamentária e financeira”, informa a Secretaria de Economia.

Em média, um agente comunitário de saúde ganhaR$ 1,7 mil, mais auxílio alimentação de R$ 394,50 e auxílio-transporte; os agentes de vigilância ambiental, o salário é de R$ 2 mil, com auxílios alimentação e transporte.

A função dos atentes de vigilância ambiental em saúde trabalha no combate à dengue em todo DF. Também atuam no controle de roedores, escorpiões, carrapatos, pulgas e pombos, vacina de cães e gatos, no auxílio durante a coleta de exames para diagnóstico de leishmaniose canina e são primordiais na educação ambiental comunitária.

De acordo com dado da Secretaria de Saúde, este ano o DF já possui 135 casos da febre chikungunya, 35 de zika; não há no momento registro de febre-amarela. Em relação à dengue, Ceilândia é a região administrativa que mais tem casos, com 4.527, seguida por Gama, com 4.424, e Santa Maria, com 3.386. No Gama, onde há o maior número de mortes por dengue, oito pessoas morreram com doença este ano.

Hospital de Campanha

O hospital de campanha que está sendo construído ao lado do Hospital Regional de Ceilândia (HRC) está com 60% das obras concluídas. O hospital, que está sendo construído pelo Governo do DF (GDF) e pela empresa JBS, terá capacidade para 73 leitos, sendo 70 de enfermaria e três de isolamento com suporte respiratório.

Hospital de campanha acoplado ao HRC já tem 60% da estrutura concluída

““As obras estão dentro do cronograma. Depois da pandemia, essa estrutura ficará como um legado para o DF, oferecendo leitos de clínica médica”, garante a superintendente da Região de Saúde Oeste, Lucilene Florêncio.

Outro hospital de campanha também está sendo construído, porém, esse não tem apoio da iniciativa privada e o andamento das obras não foi revelado pelo GDF. O governo só diz que se trata de um hospital com “60 leitos, sendo 20 com suporte respiratório e 40 de enfermaria”.

O governo informa ainda que dez leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do HRC foram reformados para receber os pacientes em situação mais grave.

Fonte Blog do Ulhoa

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Most Popular

Eletrônicos doados a sete escolas da rede pública de ensino 

“Nossa intenção é promover o acesso a dispositivos e à conectividade nessas escolas” Raimundo Ribeiro, diretor-presidente da AdasaCom o objetivo de contribuir para...

Mais espaços de lazer e estudo para os jovens e as crianças

Ibaneis entregou a primeira etapa das obras de infraestrutura do Parque Ecológico, localizado na Quadra Central 1, em Santa Maria | Foto: Renato...

Desafio InTeSeg seleciona trabalhos de combate ao crime

Estão abertas, até o dia 31 de julho, as inscrições para o segundo Desafio InTeSeg (Inovação, Tecnologia e Segurança). A seleção é aberta a...

Mais espaços de lazer e estudo para jovens e crianças

Ibaneis entregou a primeira etapa das obras de infraestrutura do Parque Ecológico, localizado na Quadra Central 1, em Santa Maria | Foto: Renato...