24.7 C
Brasília
Home Brasília Operação retira veículos abandonados de Ceilândia

Operação retira veículos abandonados de Ceilândia

Trabalho da ‘DF Livre de Carcaças’ é essencial no combate à dengue. Nesta sexta-feira (30), força-tarefa recolheu 16 carros das ruas da cidade

Ceilândia recebeu mais uma edição da operação DF Livre de Carcaças nesta sexta-feira (30). Esta é a quarta vez que a ação ocorre na região desde que a operação foi lançada, em fevereiro de 2020. Com as 16 carcaças recolhidas, chega a 81 o número de veículos abandonados retirados da região e 598 em todo o Distrito Federal desde que a ação foi lançada, em fevereiro de 2020.

“Esta é uma operação pioneira e segue sendo realizada nas regiões administrativas do DF. Somente neste primeiro trimestre, já são mais de 150 veículos retirados das ruas. A ação é essencial para as medidas do Governo do Distrito Federal no combate à dengue e também compactua com as ações de segurança da Secretaria de Segurança Pública, pois um de nossos focos é o monitoramento e organização de desordens. Retirar esses materiais das ruas é essencial ”, avalia o secretário de Segurança, delegado Júlio Danilo.

A ação integra a série de medidas adotadas pelo GDF para eliminar focos do mosquito Aedes aegypti – transmissor de dengue, zika e chikungunya. Sob coordenação da Secretaria de Segurança Pública (SSP), a ação reúne, ainda, as secretarias de Cidades, Executiva de Políticas Públicas e DF Legal; o Departamento de Trânsito (Detran); e a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF). A Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival) da Secretaria de Saúde, a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) e o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) também integram a DF Livre de Carcaças.

Para a secretária executiva de Políticas Públicas, Meire Mota, os resultados são perceptíveis. “Vemos cidades mais limpas, mais seguras e protegidas dos perigosos focos de dengue. Esta é uma das mais importantes ações de combate à dengue e o grande êxito da operação está refletido na redução de 80% das notificações de casos de dengue no Distrito Federal e na melhoria da qualidade de vida e segurança da nossa população”, afirma.

O material recolhido é levado para o depósito do 3º Distrito Rodoviário, do DER-DF. No local, os agentes de Vigilância Ambiental aplicam soluções na água parada e fazem o controle vetorial.

Identificação

A parceria dos Conselhos Comunitários de Segurança (Consegs) com a população facilita a identificação dos materiais nas ruas, mas o apoio das administrações regionais é essencial, de acordo com o coordenador dos Consegs, Marcelo Batista. “É um trabalho conjunto, em que a participação de todos é essencial. Esse trabalho é fundamental para continuidade da ação”, garante.

*Com informações da Secretaria de Segurança Pública

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Most Popular

Começam as reformas em parquinhos da Candagolândia

Das oito áreas de lazer infantil da cidade, duas já foram reformadas. Comunidade demostra satisfação com a medida Os parques infantis da Candangolândia estão passando...

Assistentes sociais têm papel fundamental nas unidades de saúde

Profissão é reconhecida neste sábado (15), no Dia do Assistente Social. Eles são responsáveis por orientar o indivíduo em situação de vulnerabilidade Identificar, com um...

Distrito Federal registra redução de mortes no trânsito

Abril teve o menor número de óbitos registrados em 2021 De acordo com um levantamento do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF), no mês...

Governador Ibaneis entrega UBS para 20 mil pessoas no Jardins Mangueiral

Primeiro equipamento público de saúde da região foi entregue nesta sexta (14). Foram R$ 2,9 milhões investidos na obra, que gerou dezenas de empregos O...