23.5 C
Brasília
Home Brasília Alimentação saudável para mais de meio milhão de pessoas

Alimentação saudável para mais de meio milhão de pessoas

Entre 2019 e 2020, foram distribuídas 127 mil cestas de frutas, verduras e legumes. Neste ano, a previsão é de mais 63 mil

Garantir a alimentação saudável de pessoas carentes e fortalecer a agricultura familiar são os principais objetivos do programa Cesta Verde – lançado em 2019. De lá para cá, 362 mil famílias foram beneficiadas com a iniciativa do Governo do Distrito Federal (GDF). Para este ano, a expectativa é atender mais 170 mil cidadãos. O investimento para colocar frutas, verduras e legumes na mesa de quem mais precisa já passou de R$ 5 milhões.

Cesta Verde é uma parceria entre as secretarias de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (Seagri) e de Desenvolvimento Social (Sedes). Os alimentos são adquiridos de 757 agricultores familiares – vinculados a 20 entidades – que participam do Programa de Aquisição da Produção da Agricultura do DF (Papa-DF).

Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília
Entre 2019 e 2020, 127.1991 cestas foram distribuídas. Para este ano, a previsão é de entregar 63.191 cestas. O Centro Luterano Cantinho do Girassol, em Ceilândia Norte, é um dos beneficiados | Foto: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

“É um programa que beneficia aqueles que precisam vender e não pode interromper esse tipo de produção e faz com que a alimentação saudável chegue no prato de pessoas carentes, que não têm condições de se alimentar adequadamente”, afirma o subsecretário de Políticas Sociais e Rurais, Abastecimento e Comercialização da Seagri, João Pires.

Cada cesta verde é composta por oito itens de diferentes grupos (tubérculos, verduras, frutas). A divisão busca contemplar o que a agricultura familiar tem para entregar e que seja relevante do ponto de vista nutricional. Os alimentos são fiscalizados para garantir a qualidade exigida aos produtores

As cestas adquiridas são doadas para o Banco de Alimentos da Centrais de Abastecimento (Ceasa) e a Sedes. A pasta é responsável pela distribuição da produção agrícola às instituições sociais cadastradas que, por sua vez, repassam esses produtos às famílias em vulnerabilidade social e nutricional.

“A parceria com a Seagri qualifica o produtor local para atender o mercado institucional. Sem contar que ainda conseguimos garantir com as cestas verdes, que complementam o benefício do Cartão Prato Cheio, uma alimentação rica em nutrientes para as famílias que se encontram em insegurança alimentar e nutricional”, reforça a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha.

Cada cesta verde é composta por oito itens de diferentes grupos (tubérculos, verduras, frutas). A divisão busca contemplar o que a agricultura familiar tem para entregar e que, ao mesmo tempo, seja relevante do ponto de vista nutricional. Os alimentos são fiscalizados antes da entrega para garantir a qualidade exigida aos produtores.

Combate à fome

Entre 2019 e 2020, 127.1991 cestas foram distribuídas. Para este ano, a previsão é a de doar 63.191. O Centro Luterano Cantinho do Girassol, em Ceilândia Norte, é um dos locais beneficiados. “Conseguimos ajudar cerca de 225 famílias. Atendemos pessoas que recebem um a dois salários mínimos ou que estão desempregadas. O dinheiro não é suficiente para garantir uma alimentação saudável”, comenta o coordenador do espaço, Marcos Ritzmann.

“É um programa de extrema importância para essas pessoas. Além de garantir a comida, a alimentação é saudável”, ressalta Ritzmann. “Também orientamos para que elas busquem outras iniciativas do governo local, como o Prato Cheio, para que possam ter ainda mais condições de se alimentar corretamente”, finaliza o coordenador da instituição beneficiada.

Informações Agência Brasília

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Most Popular

Hospitais de campanha do DF já deram alta a 700 pacientes

O Hospital de Campanha do Autódromo foi o responsável por dar alta médica ao paciente de número 700 tratado nos hospitais de campanha...

Webinário aborda os 15 anos da Lei Maria da Penha

Resultado da luta da cearense Maria da Penha Maia Fernandes, brutalmente agredida pelo marido, a Lei n° 11.340, de 7 de agosto de...

Espécies da América Central ganham espaço no Jardim Botânico

A Alameda das Nações e dos Estados do Jardim Botânico de Brasília (JBB) ganhou mais um espaço, o Jardim da América Central, inaugurado...