35.4 C
Brasília
Home Brasília Detran-DF assina contrato para instalação de 148 radares para detecção de infrações

Detran-DF assina contrato para instalação de 148 radares para detecção de infrações

Serão 326 faixas monitoradas, e 40% dos novos equipamentos devem ser instalados em até 90 dias

Por Fernanda Santos

Após ficarem quase um ano sem radares, os chamados “pardais”, as vias do Distrito Federal vão voltar a ser fiscalizadas com 148 equipamentos que acabam de ser contratados pelo Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF). Conforme o órgão, serão 326 faixas monitoradas, e 40% dos novos equipamentos devem ser instalados em até 90 dias. O contrato tem duração de 30 meses, com possibilidade de prorrogação por mais 30.

Sem os pardais, a fiscalização das vias foram feitas apenas com a utilização de 245 equipamentos de avanço de sinal e barreiras eletrônicas. Os equipamentos contratados permitirão uma maior abrangência dessa fiscalização, aumentando com isso a segurança da população. Um estudo da Organização das Nações Unidas (ONU) mostra que o risco de morte por atropelamento cresce drasticamente conforme o aumento da velocidade do veículo.

O Detran-DF explica que os motivos que levarão a capital federal a ficar sem pardais por um determinado período foi em razão do vencimento do contrato anterior, o qual não era mais possível renovar.

Ainda segundo o órgão, a publicação do edital para a instalação dos novos equipamentos foi feita em março deste ano, porém o valor estipulado pelo órgão, à época, foi considerado inviável pelas empresas participantes, o que gerou a demora no processo de recolocação dos pardais.

 “O contrato prevê a prestação de serviços de monitoramento e gestão das informações de tráfego — como matriz de origem-destino, dados de fluxo, tempo médio de percurso e registro de congestionamento — que são utilizadas pela autarquia para acompanhamento do fluxo de veículos e realização de estudos voltados à engenharia de trânsito”, informa o Detran-DF.

O órgão ressalta ainda que os novos aparelhos contratados não são capazes de detectar objetos à distância, mas sim fazer registros de infração no local onde estão instalados. Os novos pardais vão continuar usando a tecnologia de reconhecimento automático de placas de veículos, com recursos de discernimento óptico de caracteres.

Fonte: Portal Capital Soberana

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -publicidade

Most Popular