23.5 C
Brasília
Home Brasília Seleção de pesquisadores sobre políticas para mulheres

Seleção de pesquisadores sobre políticas para mulheres

Inscrições estão abertas até 10 de dezembro; FAP-DF prevê orçamento de mais de R$ 244 mil

Estão abertas, até o dia 10 de dezembro, inscrições para processo de seleção de pesquisadores para o projeto “Políticas para Mulheres Baseadas em Evidências no DF”. Na última sexta (26), a Fundação de Apoio à Pesquisa e Inovação do Distrito Federal (FAP-DF) relançou a seleção para o projeto que será implementado pela Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) em parceria com a Secretaria da Mulher.

Serão concedidas quatro bolsas, com duração prevista de 24 meses, podendo ser renovadas. Os interessados devem enviar suas propostas, até as 23h59 (horário de Brasília) da data final, para o e-mail desafio062021mulher@codeplan.df.gov.br.

Arte: Divulgação/FAP-DF

Chamada 001/2021 faz parte do Programa Desafio DF, ação da FAP-DF que busca soluções, por meio de projetos de pesquisa, para demandas e problemas apresentados pelos órgãos e instituições do Governo do Distrito Federal (GDF).

A seleção é regida pelas normas do Edital 06/2021, que estabelece diretrizes gerais para promoção de chamadas públicas para seleção de pesquisadores bolsistas para atuarem em projetos de instituições de pesquisa do GDF. A fundação prevê orçamento de até R$ 244.800,00 para a seleção.

Para Jean Lima, presidente da Codeplan, “a política baseada em evidência é uma ferramenta de gestão que visa fortalecer a política distrital para o enfrentamento das desigualdades de gênero, do combate à violência contra a mulher e do fortalecimento da rede pública para a efetivação e inserção das mulheres aos serviços públicos”.

O intuito do projeto de pesquisa é a produção de evidências que possam embasar diagnósticos de várias dimensões da situação das mulheres no DF e, consequentemente, a elaboração de melhores políticas

A secretária da Mulher, Ericka Filippelli, aposta no potencial desse trabalho de pesquisa e levantamento de evidências para orientar a atuação da pasta. “Essa é uma excelente oportunidade que a Secretaria da Mulher vai ter de contar com o trabalho de sistematização de dados e informações referentes às mulheres da nossa cidade, importantes para nortear as ações e a elaboração de políticas públicas do DF”, afirma a secretária.

O diretor-presidente da FAP-DF, Marco Antônio Costa Júnior, destaca que a atuação em parceria com a Codeplan e com a Secretaria da Mulher nesta iniciativa é mais uma maneira de qualificar a atuação da fundação e os investimentos do GDF em ciência, tecnologia e inovação.

“Essa é uma das missões que o governador Ibaneis Rocha nos deu: fazer com que os investimentos em projetos e ações de CT&I tenham cada vez mais potencial para gerar soluções às demandas não apenas dos órgãos do GDF, mas da população brasiliense. Contribuir para a formulação de políticas públicas baseadas em evidências voltadas às mulheres da capital federal é parte essencial dessa tarefa e um passo importante para a inclusão feminina nas mais diversas áreas da sociedade, bem como para o aprimoramento da prestação de serviços públicos no DF”, comenta.

O projeto

A Secretaria da Mulher do DF busca obter mais evidências científicas para embasar decisões sobre suas ações e políticas. Por isso, acionou a Codeplan para elaboração do projeto de pesquisa e, juntas, solicitaram apoio da FAP-DF para a seleção de pesquisadores para realização do estudo.

O intuito do projeto de pesquisa é a produção de evidências que possam embasar diagnósticos de várias dimensões da situação das mulheres no Distrito Federal e, consequentemente, a elaboração de melhores políticas. Os resultados também serão usados para identificar pontos na implementação de serviços já existentes que podem ser aperfeiçoados em seus procedimentos.

Como resultados do estudo espera-se, ainda, a sistematização, análise e disponibilização, no Observatório da Mulher do DF, dos dados produzidos que permitam a análise das políticas de gênero no DF. Também deverá possibilitar a produção de boletins analíticos sobre as dimensões das desigualdades entre homens e mulheres, elaborados a partir das pesquisas desenvolvidas pela Codeplan.

Parceria

A chamada para o projeto Políticas para Mulheres Baseadas em Evidências no DF é um dos frutos da parceria entre FAP-DF e Codeplan, que se firmou há cerca de dois anos. As instituições estabeleceram, em 2019, um Acordo de Cooperação Técnica (ACT 01/2019) para trabalhar no “Pesquisas DF”.

A iniciativa é voltada para a elaboração e execução de projetos de pesquisa científica e de inovação nas áreas econômicas, sociais, demográficas, cartográficas, georreferenciadas, urbanas, ambientais, e de avaliação de políticas públicas para o desenvolvimento do Distrito Federal e Região Integrada de Desenvolvimento de Distrito Federal e Entorno (Ride-DF).

*Com informações da FAP-DF

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments