- PUBLICIDADE -

Está frio aí? Defesa Civil alerta sobre riscos à saúde – Agência Brasília

Os casacos saíram do armário. E há horários do dia em que essas peças do vestuário não estão sendo suficientes para proteger do frio atípico que tem feito em Brasília durante esta semana. As temperaturas estão tão baixas que acenderam um sinal de alerta do Instituto Nacional de Meteorologia: perigo, com risco à saúde, por temperaturas 5 graus abaixo da média – situação que deve durar até o fim de semana.

O alerta foi disparado pela Defesa Civil à população do DF. As recomendações são para evitar exposição ao frio por muito tempo, agasalhar-se, beber líquidos quentes e, em caso de necessidade, ligar para os bombeiros.

Promovida pelo GDF, Campanha do Agasalho Solidário já arrecadou 15 mil itens de proteção contra o frio

“Nós passamos essas orientações para tomar cuidado, principalmente com idosos e crianças”, explica o subsecretário da Defesa Civil, coronel Alan Alexandre Araújo. “Em casos de emergência, como uma hipotermia, a gente orienta que o cidadão entre em contato com o Corpo de Bombeiros, pelo telefone 193”.  A Defesa Civil, informa ele, também pode ser acionada em casos que envolvam pessoas em situação de rua.

Doações

O frio chega igual para todo mundo, mas a proteção, não. Por isso, doar agasalhos e cobertores é tão importante. A Campanha do Agasalho Solidário, idealizada pela primeira-dama e secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha, e coordenada pela Subchefia de Políticas Sociais e Primeira Infância do Gabinete do Governador, estende até esta sexta-feira (2) o período de doações, que podem ser feitas nos batalhões do Corpo de Bombeiros e no Anexo do Palácio do Buriti.
Até o momento, a campanha arrecadou cerca de 15 mil itens de combate ao frio, batendo o número de arrecadação do ano passado (11 mil itens).

Saúde

O tempo frio, em si, já traz riscos de doenças como gripes e resfriados. “Nosso organismo precisa desenvolver mecanismos adaptativos para sobreviver às mudanças bruscas de temperatura”, alerta a infectologista Ana Helan Hermoglio, da Secretaria de Saúde (SES). “Alguns desses mecanismos são o aumento da produção de muco e a congestão, para evitar que fique tão frio dentro das vias aéreas. Por isso, muitas pessoas ficam com nariz entupido e escorrendo”.

Com o frio, aumenta a circulação de vírus que, segundo a médica, podem confundir a pessoas por terem sintomas semelhantes. “Em tempos de covid, é bom sempre buscar fazer um teste para tirar dúvidas, já que a sintomatologia é bem parecida”, ensina.

Ela orienta que, para fluidificar as secreções, é preciso manter a hidratação, alimentar-se bem, manter-se agasalhado e preferir bebidas aquecidas. “O uso de máscara e a lavagem das mãos são medidas que protegem não somente contra a covid, mas também contra gripes e resfriados”, conclui.

Fonte: Agência Brasília

- PUBLICIDADE -

Últimas

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

Mais de três mil diagnósticos e oito mortes no DF por covid-19, informa Secretaria de Saúde

Por Fernanda Santos A SES-DF também apresentou, nesta quarta-feira (22), o mais recente boletim epidemiológico que aponta para o registro de 3.471 pessoas diagnosticadas com...

Sol Nascente terá ponto de internet gratuita a partir deste sábado (25)

Por Fernanda Santos Começa a valer neste sábado (25) o ponto de internet gratuita para a população que frequenta o Trecho 3 da SHSN, na...

Universidade distrital abre primeiro concurso para professor

Certame terá 350 vagas para provimento imediato e mais 1.050 para o cadastro reserva, distribuídas entre os cargos de professor e tutor de educação...