- PUBLICIDADE -

PAD-DF caminha para conectar alta gastronomia e vinhos

O enoturismo no Distrito Federal vem se desenvolvendo a cada dia para que, no próximo ano, com a inauguração da Vinícola Brasília, a região do Programa de Assentamento Dirigido do Distrito Federal (PAD-DF), a 60 km a sudeste da capital federal, seja uma referência na rota de vinho do Brasil. Neste fim de semana, a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça, acompanhou mais uma ação na área para projetar o segmento turístico à conquista de novos mercados em Brasília e no país.

“A conexão entre esses empresários vai impulsionar a nossa economia pelo turismo gastronômico e pelo enoturismo, gerando desenvolvimento local, emprego e renda” Vanessa Mendonça, secretária de Turismo

A titular da Secretaria de Turismo (Setur) visitou a região acompanhada pelo empresário Juscelino Pereira, da Rede Piselli, grupo da alta gastronomia de São Paulo (SP), para se encontrar com investidores do polo vinícola do PAD-DF – os empresários Ronaldo Triacca, Rodrigo Sucena e Erbert Araújo.

A meta é integrar e conectar grupos econômicos para o desenvolvimento regional pelo olhar do turismo. Com esse objetivo, a Setur está coordenando ações para fortalecer o enoturismo, cujo alto valor agregado alavanca outros segmentos do setor, como ecoturismo, turismo de aventura, de experiência, rural, gastronômico, comercial e de contemplação.

Grupo organizado pela Setur visitou a região do PAD-DF: negócios promissores para a região | Foto: Aurélio Pereira/Setur

A secretária de Turismo lembrou que o trabalho conjunto do poder público com a iniciativa privada com vistas a bons resultados para a comunidade é uma característica do Governo do Distrito Federal (GDF). “A conexão entre esses empresários – que, além do talento e da jornada de superação, querem contribuir com a nossa cidade –  vai impulsionar a nossa economia pelo turismo gastronômico e pelo enoturismo, gerando desenvolvimento local, emprego e renda”, afirmou. “Essa é a linha de trabalho do nosso governo, que busca gerar resultados efetivos. A hora é de ação.”

Produtores locais

Ronaldo Triacca destacou que, no momento em que o enoturismo está nascendo na região, o apoio do GDF é fundamental para dar visibilidade e fortalecer os empreendimentos locais. “Ganhar grupos econômicos e fazer essa ligação conosco, agora que estamos iniciando um projeto de produção de vinhos finos e que tem tudo a ver com a alta gastronomia, é um ganho fantástico. Vai nos ajudar a fazer com que nossos vinhos sejam conhecidos em nível nacional”, declarou.

Durante a visita aos empreendimentos Villa Triacca e Ercoara, Juscelino Pereira teve a oportunidade de ver de perto o PAD-DF. A região abriga um importante cinturão verde, com grande produção de hortaliças, verduras, grãos, aves e suínos, por meio do uso de tecnologia de equipamentos e de irrigação.

É ali que está sendo implantado o projeto da Vinícola Brasília, que vai produzir vinhos de inverno considerados de alta qualidade. Essa iniciativa foi o mais chamou a atenção do empresário visitante. “Estou encantado com tudo que conheci hoje”, disse Juscelino. “O vinho é de alta qualidade e será muito bem-vindo em nosso restaurante, além de outros produtos que visitamos e conhecemos. Vamos incluí-los nas nossas pesquisas para entregar produtos mais frescos possíveis para o nosso cliente da cidade”.

A Vinícola Brasília é o resultado da união de dez amigos amantes do vinho e agricultores da região que identificaram na atividade uma oportunidade promissora para ampliar negócios, gerar renda e emprego. A vinícola é formada pelas empresas Miro Vinhos e Vinhedos Ltda., Ercoara Cordeiro e Vinho, Hartos Vitivinicultura, Vinícola Marchese, Omar Sena Vinhos e Vinhedos, Horus Vinhos e Vinhedos, Casa Vitor, Toscana do Cerrado, Vista Da Mata e Villa Triacca Eco Pousada e Vinhos.

R$ 6 milhões Total investido, até o momento, na estrutura da Vinícola Brasília

A certeza de produzir vinhos de alta qualidade pelos empresários da região do PAD-DF tem uma razão: a amplitude térmica, apontou um dos sócios da Ercoara Cordeiro e Vinhos, Erbert Araújo. Na avaliação do produtor, a alternância das temperaturas altas durante o dia e as baixas durante a noite explica a qualidade da uva. O sol quente sem nebulosidade, explica ele, expõe as uvas ao calor.

“Durante o dia, as plantas estão trabalhando, fazendo a fotossíntese, puxando nutrientes do solo para colocar nos frutos; e, quando chega a noite, a temperatura cai e é o momento em que a planta descansa para concentrar as características fenólicas nas bagas”, ensina Erbert. “Isso vai dar estrutura ao vinho, futuramente. A grande vantagem do nosso clima é o período seco, que garante a produção de um vinho fino de altíssima qualidade.”

Bons negócios

O arrojado projeto arquitetônico foi desenvolvido por arquitetos locais e contará com tecnologia de ponta, que justifica o investimento de R$ 6 milhões até o momento. O espaço terá um enorme subsolo para armazenamento das barricas, loja para comercialização dos 11 rótulos, sendo um de cada vinhedo e o 11º, um blend com todos.  A inauguração está prevista para maio de 2022.

A produção inicial será de 60 mil litros/ ano, com previsão de  chegar a 500 mil litros/ano. A uva carro-chefe da vinícola será a Syrah. Outras castas podem entrar no portfólio de produção: Cabernet Franc, Marselan, Malbec, Sauvignon Blanc, Viognier, Pinot Noir, Cabernet Sauvignon, Vermentino e Petit Verdot. A convicção dos sócios da Vinícola Brasília é que haverá boas safras de negócios para degustar.

*Com informações da Secretaria de Turismo

Fonte: Agência Brasília

- PUBLICIDADE -

Últimas

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

Avenida Central de Taguatinga não será mais interditada neste sábado

Por Fernanda Santos A avenida central de Taguatinga não será interditada, conforme estava previsto para ocorre neste sábado (28). Segundo o Governo do DF (GDF),...

Na Hora da Rodoviária recebe mutirão da Defensoria Pública da União

Por Fernanda Santos A agência do Na Hora, na rodoviária do Plano Piloto, vai estar aberta neste sábado (28), das 13h30 às 18h, para atender...

Saldo do Nota Legal poderá ser usado para pagar tributos vencidos

Por Fernanda Santos A Secretaria de Economia do Distrito Federal publicou, no Diário Oficial do DF (DODF), desta quinta-feira 26, o decreto que possibilita aos...